5 raças de felinos que você nunca ouviu falar


Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 112 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 992

Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 124 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 992

1- Gato-de-palas (Otocolobus manul)

- É a espécie de felino mais antiga vivendo hoje em dia.

- Um dos dois primeiros felinos modernos a evoluir do Pseudaelurus (gato pré-histórico que deu origem ao tigre-dente-de-sabre)

-q

“Tenho plano para vocês, humanos.”

- Ok, vou falar logo para tirar isso da minha cabeça. Ele é o Garfield da vida real. (vide vídeo)

- Ele tem cerca de 50cm, altura de um gato assassino doméstico, mas em compensação tem menos dentes na boca, o que é bom.

A primeira vista, ele parece um gato doméstico comum, mas é só se aproximar para ver as diferenças. Além de ter um porte não-tão-atlético e parecer uma bola de pelo, ele tem pupilas redondas, e não as famosas pupilas ameaçadoras de gatos.

O Gato-de-palas também é bem atarracado, tem orelhas localizadas numa parte mais baixa da cabeça, garras bem mais curtas que um gato doméstico e parece ter topado direto com uma parede por ter uma face amassada, como a de um gato persa.

Viu, o que eu falei? Garfield!

2- Gato-vermelho-de-bornéu (Catopuma badia)

- Ele é simplesmente o gato mais raro e esquivo do mundo. É tipo um problogger que nunca sai de casa.

- Tudo o que se sabe dessa espécie foi conhecido com base em apenas 12 espécimes capturados.

“Bora pegar umas minas?” – “Nah, vou ficar em casa hoje.

- O Gato-vermelho-de-bornéu é do tamanho de um gato doméstico, mas com um rabo perturbadoramente longo.

- Um dos únicos felinos que não se vê em cativeiro pois é incrivelmente difícil de capturar algum.

“Naaah, tô de boa de sair.”

Essa espécie foi descoberta em 1855 e até hoje, em 2010 (na porta de 2011), só conseguiram capturar 12 gatos-vermelhos-de-bornéu. Pense em quão furtivo é um bicho desses.

Com o sangue de um espécime capturado em 1992 foi notado que essa espécie é bem rara, sem subespécie nenhuma conhecida. É especulado que haja bastante desses gatos malignos por aí, mas ele é considerado em perigo crítico de extinção pelo simples fato de que ninguém mais consegue avistar um.

Ainda não entendeu que ele é raro? Não tem vídeo dele, então aqui estão vários gatos fazendo merda.

3- Serval (Leptailurus serval)

- Mede cerca de 85cm, tamanho inaceitável para um felino. E tem uma cabeça ridiculamente pequena.

- Ele é estranhamente dócil, e em alguns países ele é tratado como animal de estimação.

“Você está olhando para minha cabeça ridiculamente pequena, né?

- Isso nem sempre é bom, pois os Servais tendem a adoecer rápido se não são alimentados com carne crua. Ou seja, na hora de por ração ele vai ter que decidir entre sua mão e a ração.

- O Serval salta a até 3m e mata facilmente um avestruz pequeno. Tenta por coleira nele lá, amigão.

“KKKK MT BOA A PIADA MANOLA”

Esse animal tem parentesco próximo com o leão e também com o guepardo. Isso fica meio óbvio vendo a configuração de cores do seu pêlo.

“Hmm, bota mais sal nissaê.”

Talvez o fato de as pessoas tentarem domesticá-lo, mesmo sem sucesso, seja a sua cabeça. Ela basicamente parece uma cabeça de gato doméstico rosqueada num corpo de guepardo.

Gato vs Serval = Gato owned.

4- Gato-do-deserto (Felis margarita)

- “Felis margarita” ahueheauheauheauehaue

- Ufs, margarita foi foda. Então, ele é o menor exemplar do gênero Felis (gato doméstico, por exemplo).

“JESUS! COMO C É FEIO SAI DAKI”

- O corpo pequeno, cabeça larga e orelha de dumbo servem para dissipar o calor rapidamente.

- Ele mora no deserto e, mesmo pequeno, come ratos, gerbils, serpentes venenosas, aves e aranhas.

O gato-do-deserto divide o habitát com vários outros animais ferozes e muito mais fortes que ele, mas mesmo assim tá lá, firme e forte. Salvo um fato.

“QUE PARTE DO SAIDAKI VC NAO INTENDEU”

Devido à alguns gatos doméstico assilvestrados, eles estão perdendo território. Sério, eles dividem o lugar com aranhas e cobras venenosas mas quando o assunto é gatos doméstico malignos, eles tão fora.

5- Jaguarundi (Felis yagouaroundi)

- Apesar de ser do mesmo gênero, ele é a espécie que menos tem cara de gato [doméstico].

- São chamados de gato-lontras, por causa da sua cara.

“Nem ri desse post.”

- É apenas um pouco maior que um gato doméstico, mas muito mais musculoso.

- Ao contrário da característica do seu gênero, ele é capaz de tolerar outros da mesma espécie ao seu redor sem tentar assassiná-los.

Uma das razões do Jaguarundi ser chamado de gato-lontra é por conta da sua proximidade com o Puma. Se você perceber, vai notar uma grande semelhança entre os dois.

“URRR SOU UMA LONTRA.

Ele também tem um vasta coleção de vocalizações. Ele pode ronronar, assobiar, gritar e até fazer sons de pássaros. Não sei vocês, mas eu acho que ele está se preparando para 2012.

Jaguarundi fazendo um som de seiláoquê.

FONTE:  http://www.oversodoinverso.com


Assuntos Relacionados:


? Cachorro sobrevive 16 dias preso em toca de coelho no Reino Unido

? Concurso de beleza felina tem gato sem pêlos e “mini-leopardos”

? Motorista é flagrado levando cão em cima de van

? Comando “Morto” ou “Bang”

? Comando “Dá a Pata”

? Labrador precisa do seu próprio cão-guia após perder os olhos.

? Comando “Aqui” ou “Vem”

? As 10 raças de cachorros mais altas do mundo



BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Escrever comentário:


2 + = 10

Design by: ABC midia - Fabio Paiva.