Cão leva alegria às Crianças, em hospital


Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 112 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 124 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

O labrador do canil da Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande, é o mais novo responsável em levar alegria às crianças que estão internadas no Hospital Municipal Irmã Dulce. O cão de quatro anos e sete meses, treinado para operações da GCM, foi escolhido para participar do projeto Pet terapia, ou terapia com animais, que está sendo implantado na unidade.

O projeto de humanização está sendo implantado há aproximadamente três meses, utilizando a Golden Retriever chamada Satine, da fonoaudióloga do hospital, Eliane Selma do Valle Blanco. “A evolução clínica dos pacientes já são visíveis. Os efeitos positivos são percebidos no rosto de cada uma das crianças”. A Pet terapia está sendo implantada gradativamente, atendendo as normas do hospital e da comissão de infecção hospitalar. “Agora estamos alternando os cães. A idéia é que durante a semana venha o Chocolate e nos finais de semana a Satine”, explicou a fonoaudióloga.

De acordo com Eliane, a participação do Chocolate no projeto é importante por dois fatores. “O primeiro é a integração do hospital com a prefeitura, porque esse trabalho conjunto é importante. O outro fator é voltado para as crianças que passam a enxergar os guardas e os cães policiais não como pessoas ameaçadoras ou que impõem autoridade, mas como um amigo, que vem para trazer alegria num momento que é difícil para ela”.

A Pet terapia está sendo implantada gradativamente, atendendo as normas do hospital e da comissão de infecção hospitalar. A presença dos cães, no hospital, estão sendo alternadas. A idéia é que durante a semana venha Chocolate e nos finais de semana, Satine.

No entanto, como explicou o inspetor operacional da GCM, Wagner Geraldo da Silva, os cães da GCM já participam de atividades sociais em escolas e instituições e, de acordo com o inspetor, a pet terapia é a conquista de um sonho.

“O trabalho da Guarda Civil de Praia Grande é policial e social. Fazemos apresentações em escolas e instituições. A Pet terapia é um sonho do canil, desde sua fundação em 2004, que está se tornando realidade. Quando sentimos essa proximidade com a criança, e a alegria estampada em seus rostos, é muito gratificante”, disse o inspetor.

A intenção do canil é que o projeto se estenda para diversas instituições. “Se recebermos convites de outros lugares do Município, como a Casa de Idosos, por exemplo, iremos com maior prazer”, disse Silva.

Benefícios – Com seu jeito dócil e brincalhão, Chocolate conquistou Giovanna Reis Pinheiro, 10 anos, que está internada há um mês no Irmã Dulce. Quando viu os cães na brinquedoteca correu para brincar. “Gosto muito de cachorro e quando eu brinco com eles eu fico feliz. O tempo passa mais rápido. É muito legal.”

A mãe de Giovanna, Rosana Aparecida dos Reis, confirma a ajuda que os cães trazem para a recuperação de sua filha. “Ela está internada há um mês e é bastante tempo para uma criança. Com a Pet terapia ela se distrai. Isso ajuda muito na recuperação dela. A criança já sabe que está doente, não poderá sair e que ficará longe dos amigos. Isso a deixa triste. O cachorro ameniza estas carências, trazendo muita alegria”.

Pet terapia – Os cães para o projeto devem ser saudáveis, vermifugados, sem qualquer tipo de doença (inclusive de pele) e ter a carteira de vacinação atualizada. Quando preparados para atuar dentro do hospital, eles tomam banho e receberem gel anti-séptico nas patas para visitar os pacientes.

Os pacientes terão liberdade de escolha: é perguntado se têm medo de animal e se desejam receber a visita. Se positivo, a criança ou o adulto poderá apenas observar, brincar, falar e tocar no animal, já treinado para esse tipo de integração. As visitas, não poderão ultrapassar uma hora e terão a participação de um voluntário, que pode ser o dono do animal ou alguém que tenha domínio sobre ele, e de um técnico de saúde.

Canil – O canil possui 12 cães, sendo seis pastores alemães, quatro rottweilers e dois labradores, todos provenientes de doação. Os animais são adestrados pelos próprios GCMs que participam de diversos cursos, entre eles os de cinofilia (cuidados na criação de cães) e cinotecnia (estudo da anatomia, comportamento, psicologia, fisiologia dos cães).

Satine ficará hospedada no canil CKA onde os guarda municipais aplicarão treinamento básico de obediência e show dog (sobre duas patas, salto sobre condutor, etc).

Por: Depto. Imprensa – Prefeitura Municipal de Praia Grande


Assuntos Relacionados:


? Cão carrega gato nas costas enquanto felino leva rato

? Gata chama atenção nos EUA por amamentar cãozinho órfão

? “Milagre”, diz veterinário que tirou garfo de cérebro de cão

? Crianças confundem o rosnar de um cachorro com sorriso

? Bichon Frisé

? Veterinário erra o sexo de cachorro em clínica em SP

? Cachorro engole nove bolas de golfe e munição na Inglaterra

? Luisa Mell transforma cachorro em ‘Cão Noel’ e distribui cestas de Natal



BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Escrever comentário:


3 + = 11

Design by: ABC midia - Fabio Paiva.