Como decidir as férias do seu filhote?


Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 112 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 124 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

Quem quer ter um animal de estimação muitas vezes não lembra de um pequeno detalhe: o que fazer com ele quando for viajar? Com o final do ano se aproximando, donos desesperados procuram soluções para as férias de seus bichos. Mas a falta de cuidado ao escolher o que fazer com o animal pode gerar sérios problemas. Existem algumas opções para os viajantes, cada uma com vantagens e desvantagens. Confira abaixo dicas para garantir a segurança de seu pet nas férias – e não passar a viagem se preocupando com ele.

No hotel para animais

Cada vez mais pessoas recorrem aos famosos “hotelzinhos” para deixar seus pets quando viajam. Geralmente, estes locais são dos mesmos proprietários de clínicas veterinárias, pet shops ou canis, e têm experiência com cães e gatos. Mas como o ramo pet tem crescido muito, nem sempre o estabelecimento é preparado para a importante missão a que se presta. O estudante Bruno Cirillo sabe bem disso. Há alguns anos, sua família deixou o poodle Doug em um hotel do bairro para viajar. Quando voltaram, foram informados pela dona do hotel que o animal havia fugido. “O pior é que não sabemos se a fuga foi mesmo de verdade”, diz Bruno. Até hoje a família suspeita que o animal tenha morrido e a dona do estabelecimento não quis assumir a responsabilidade.

Para evitar que isso ocorra com o seu animal, é importante verificar se o estabelecimento possui registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) e um médico veterinário responsável técnico pelo local. O registro pode ser consultado no site do Conselho: www.crmvsp.org.br. “É interessante também fazer uma visita para conhecer as instalações, o espaço destinado aos animais no canil, o piso utilizado no canil, e a existência de solarium e áreas para passeio”, afirma o presidente da Comissão de Clínicos de Pequenos Animais do CRMV-SP, Dr. Márcio Rangel de Melo.

Cuidados prévios com a saúde de seu pet são importantes. “O animal deve ser vacinado contra raiva, cinomose, hepatite, parvovirose, leptospirose, parainfluenza e coronavirose. Além disso, precisam passar por um controle de parasitas e serem avaliados por um médico veterinário”, diz Márcio. “Animais doentes não devem ficar em hotéis, mas sim, em clínicas ou hospitais veterinários” afirma o veterinário.

Deixar o pet em um hotel exige planejamento. “Mas a maioria das pessoas sai para procurar um hotel para animais só depois de comprar a passagem para viajar”, conta Renato Zanetti, zootecnista da Dog Solution, empresa que oferece hospedagem, day care e adestramento para cães. Segundo Renato, é fundamental que o bicho faça uma adaptação no hotel antes de iniciar sua estadia. “Assim o cão se acostuma com o espaço, os funcionários, os cheiros e barulhos”, conta.

Mas será que todo animal fica bem em tais hotéis? Infelizmente não. Alguns cães sofrem de ansiedade durante a separação, e ficam muito nervosos, chorando e latindo o dia todo “O responsável pelo hotel tem que saber identificar estes casos e aconselhar o dono a buscar outra solução”, diz Renato.

Na casa da mãe, um clássico

Deixar os cães ou gatos na casa dos familiares ou amigos é bastante comum, e costuma render bons resultados. Normalmente, estas pessoas já conhecem o seu animal, e cuidarão bem dele. Além disso, o serviço é de graça, o que vem a calhar no final do ano.

Mas alguns cuidados devem ser tomados para evitar acidentes e dores de cabeça. A alimentação do seu pet deve continuar a mesma, para ele não passar mal. Por isso, leve para a casa da pessoa a ração que você costuma comprar, e explique a quantidade que o bicho come, e em qual intervalo de horas. Se o cão ou gato não está habituado a comer outros alimentos além da ração, deixe isso muito claro. As mães e avós em especial adoram dar pequenos “regalos” para os pets, como comida de gente, salgadinhos, etc, e muitas vezes o resultado é uma tremenda dor de barriga.

As fugas são infelizmente outro fator recorrente neste tipo de hospedagem. Quando o pet chega em uma casa nova, é normal que ele queira explorá-la. Mas portas mal fechadas, furos na cerca ou janelas abertas podem resultar em animais desaparecidos. Para que isso não acontessa, antes de deixar o pet no local, observe com cuidado por onde ele pode fugir, e tome medidas de contenção, como a instalação de portas para animais. Identificá-lo com uma plaquinha é sempre legal.

Na sua casa, uma opção delicada

Se o seu pet for um peixe ou hamster, deixá-lo sozinho em casa pode ser uma boa ideia. Mas cães e gatos não costumam reagir bem à solidão. Além disso, a técnica de colocar um monte de comida na vasília da ração é furada, pois eles comerão tudo em dez minutos, e depois passarão mal. For a o aspecto nutricional, estes animais muitas vezes precisam de companhia, e ficam tristes – ou até mesmo doentes – quando deixados pra trás. Casos de fugas não são raros nestas condições.

Por isso, se quiser ou precisar deixar um cão ou gato em casa, o melhor a fazer é conseguir uma companhia humana para ele! Pode ser um amigo que goste de animais, um parente ou mesmo alguém pago para isso. O importante é que a pessoa cuide com carinho do pet e saiba resolver eventuais problemas.

Na viagem com você

Viajar junto com o pet pode ser ótimo, mas exige alguns cuidados. Falaremos sobre isso no próximo post, na semana que vem. Não perca!

Nessas férias, meu cachorro vai viajar comigo, para o desespero da minha família. E o seu? Deixe um comentário!


Assuntos Relacionados:


? Claudia Jimenez ganha cachorrinho fofo de Miguel Falabella

? Cães mimados ganham hotel cinco estrelas no País de Gales

? Especial de Férias: viajar de avião com o cão

? Especial de Férias: viajando com o gato

? Filhote na Área!!! Como acabar com o ciúmes do cão mais velho.

? Especial de Férias: cuidados com o cão no verão

? Dicas e precauções para seu filhote nas férias:

? Filhote de Maltês – Lindos e Selecionados Filhotes.



BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Escrever comentário:


3 + = 7

Design by: ABC midia - Fabio Paiva.