Conheça o manual de etiqueta para cão e dono


Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 112 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 124 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1291

Ter um bichinho de estimação não significa apenas dar água, comida e um pouco de atenção. As responsabilidades com os animais vão muito além de jogar bolinhas ou brinquedos de borracha pela casa.

Situações de falta de responsabilidade são muito comuns e fica até difícil acreditar como algumas pessoas deixam de recolher as fezes do animal ou não conseguem dominar o pet diante de pessoas que têm medo de animais.

Por isso, é importante seguir algumas regras básicas para facilitar o relacionamento com o seu cão, dentro e fora de casa, sem prejudicar o meio ambiente e outras pessoas. Algumas ações começam quando o pet ainda é filhote.

Segundo o veterinário Samir Chomuni, é importante adestrar os animais, mas há poucos profissionais sérios e competentes no mercado. É preciso ficar atento.  Se não houver tempo ou dinheiro para adestrar o bicho, principalmente cães, uma dica para amenizar a rebeldia é condicioná-lo a algumas ações. Deixar o jornal sempre no mesmo lugar e dar brinquedos ou comidinhas como recompensa é uma forma de fazer o animal entender o que é certo.

Desde pequeno, o cachorro precisa se socializar. Levá-lo para passear é a melhor maneira de fazê- lo perder o medo de pessoas e outros animais. O passeio pode ser curto, mas deve ser prazeroso, nada de apressá-lo para fazer as necessidades e voltar pra casa. Sair para uma boa caminhada é importante para a saúde física e mental do seu pet, principalmente quando ele reside em apartamento.

“Nesse caso, o passeio deve ser intensificado. Os cães sofrem por ficarem muito tempo em local fechado e sem companhia”, explica Samir.

Apesar de contrariar alguns donos, outra solução indicada por veterinários é castrar os animais. Além de evitar possíveis problemas de saúde (tumor de próstata neles e câncer de mama ou útero nelas), a castração os torna mais dóceis e faz com que os machos percam a necessidade de marcar território. Isso evita aquele desagradável xixi nos móveis e nas plantas do jardim.

Os machos devem ser castrados após a maturidade sexual (2 anos), devido à produção de hormônios, e as fêmeas, antes do primeiro cio. Castrar após a primeira cria aumenta as chances de doenças no futuro.


Assuntos Relacionados:


? Conheça o gato do Batman

? Descubra qual cachorro combina com a sua personalidade

? Conheça Riley, o cachorro com sorriso humano

? Comando “Deita”

? Especial de Férias: viajar de avião com o cão

? Comando “Dá a Pata”

? Esporte pra cachorro, conheça os campeões do Brasileiro de Agility

? Comando “Morto” ou “Bang”



BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Escrever comentário:


2 + 8 =

Design by: ABC midia - Fabio Paiva.