Dono visita 300 cães para achar pastor premiado furtado em aeroporto


Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 112 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1292

Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-content/plugins/sharebar/sharebar.php on line 124 and defined in /home/abcmidia/public_html/portalfilhotes.com.br/wp-includes/wp-db.php on line 1292

Empresário afirma que foi a diversas cidades atrás do pastor alemão.
Animal foi devolvido na terça-feira (15) em Taubaté, interior de SP.

Foto: Paulo Toledo Piza/G1 Foto: Paulo Toledo Piza/G1

Rick Thadeu Hergert, de 27 anos, e o pastor alemão Kempes von Nurburgring, chegam em casa após reencontro. (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)

Os últimos 19 dias foram de angústia e preocupação para o empresário Rick Thadeu Hergert, de 27 anos. Em todo esse período, o jovem ocupou boa parte de seu tempo atrás de seu pastor alemão Kempes von Nurburgring, premiado cão de 3 anos e meio. O animal havia sido furtado no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, no dia 26 de novembro. O cachorro foi achado na terça-feira (15) em Taubaté, a 140 km da capital paulista.

Quando desapareceu, Kemps preparava-se para embarcar em um voo para o Chile, onde participaria de uma competição de beleza canina. O pai do rapaz, o também empresário Sérgio Tadeu Hergert, de 57 anos, foi comprar as passagens e, para isso, deixou o cão dentro da caixa de embarque do lado de fora da loja da companhia aérea. “Ele ficou o tempo todo de olho nele. Mas quando ele foi pagar, o Kemps sumiu”, afirmou Rick. Testemunhas afirmam que viram a caixa com o animal sendo colocada por dois homens em uma caminhonete. As câmeras do aeroporto não gravaram a ação

Em sua busca, o jovem passou por muitas frustrações. “Visitei uns 300 cães”, afirmou ao G1 o empresário. A divulgação foi intensa. Além dos tradicionais panfletos com foto do cão e telefone do dono, ele contratou um carro de som para percorrer as ruas de Guarulhos anunciando a recompensa de R$ 5 mil para quem encontrasse o pastor.

“Por causa do valor, muita gente ligou. Qualquer cachorro grande e preto já era motivo para as pessoas me ligarem”, brincou o rapaz. A procura foi cansativa. Nas últimas semanas, ele viajou de Paulínia, cidade do interior de São Paulo onde mora, até a capital paulista, Carapicuíba, Barueri, Santana de Parnaíba e Guarulhos para descobrir que o animal que lá estava não era seu cão. “Fiquei uns quatro dias sem dormir direito por causa disso.”

Taubaté

Após dias de tristeza e desesperança, sua sorte mudou ao receber um telefonema na manhã de terça. “Uma mulher de Taubaté me ligou dizendo que estava com o Kempes. Quando ouvi o latido dele pelo telefone vi que era ele mesmo”, afirmou, emocionado. A presença de uma tatuagem na orelha direita do cão com a inscrição D4681SP não deixou mais dúvidas quanto à sua identidade.

Foto: Paulo Toledo Piza/G1 Foto: Paulo Toledo Piza/G1

Inscrição na orelha de pastor deu ainda mais certeza a dono. (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)

O empresário viajou até a cidade e finalmente reencontrou seu cão favorito, que foi campeão do Sudeste e da Argentina em 2008, e é campeão paulista em 2009. Ao ver o dono, o pastor correu até ele com o rabo abanando e até ganiu de felicidade. A mulher que estava em posse do pastor alemão pediu desculpas e não quis receber a recompensa. “Ela me disse que o cunhado tinha encontrado o Kemps no aeroporto e pensou que ele estava abandonado”, contou o dono.

O rapaz garante que perdoou a mulher e seu cunhado, cujas identidades não foram reveladas. O G1 procurou, mas não localizou os dois para comentar o assunto. O dono do cão disse ainda que conversou com a Polícia Civil nesta terça e que deixará nas mãos das autoridades a decisão sobre o que deverá ocorrer com os possíveis ladrões.

Apesar de estar mais magro do que antes, o cachorro foi bem tratado em seu “cativeiro”. “Ele estava em um local limpo e em companhia de uma pastora alemã”, lembrou o dono. Ao retornar ao lar, uma ampla casa em um condomínio de alto padrão em Paulínia, o cachorro brincou muito com o dono e com outros oito animais da mesma raça.

Questionado sobre possíveis medidas a serem tomadas após o susto, Rick afirmou: “De agora em diante, nunca mais tiro os olhos dele”. Para os donos que passam por semelhante situação, o empresário aconselha: “Nunca desistam nem parem de procurar, pois irão encontra-lo”.

Fonte: G1


Assuntos Relacionados:


? Pastoreio

? Cão é suspeito de comer US$ 1.200 deixados em envelope

? Akita americano

? Um vôo animal

? Cachorro muda de cor

? Passear com cachorro vira profissão em SP

? Companhia aérea para cães e gatos começa a operar nos EUA

? Cão ‘Fenômeno’ vai à Copa da África representar o Brasil



BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

 

Design by: ABC midia - Fabio Paiva.