Artigos

Por que os cães têm medo de fogos de artifício?

Pinterest LinkedIn Tumblr

A maioria dos bichos fica muito assustada com o barulho da queima de fogos no final de ano. Rabinho entre as pernas e coração acelerado são bem comuns nos pets nesta época. E que dono também não se preocupa ao ver o bicho assim apavorado?

A preocupação é tanta, que a primeira reação é pegar o animal no colo, acalmar, fazer carinho, não é? Mas atitudes assim só pioram a situação. Segundo o zootecnista Alexandre Rossi, o Dr. Pet, tentar proteger o animal só mostra a ele que realmente deve ter medo.

– Além do estresse que passam, os animais correm o risco de se machucarem, pois no desespero pulam de qualquer lugar, esbarram nas coisas, etc. Essa situação causa um mal estar absurdo, faz o bicho perder a noção, pois ficam apavorados. O ideal é treinar o animal a se acostumar a barulhos muito altos.

Veja as dicas do Dr. Pet para acalmar o bicho na virada do ano:

1 – Mostre que os barulhos não são perigosos. Associe os fogos a coisas legais: faça festa, dê petiscos, etc. Nada de ficar passando a mão na cabeça do bicho ou pegá-lo no colo para acalmá-lo. Assim, ele vai mesmo entender que deve ficar assustado.

2 – Acostume o animal a barulhos semelhantes. Pode gravar um CD com tempestades ou fogos e colocar para ele ouvir todos os dias. O barulho dos fogos vira algo corriqueiro que aos poucos, ele vai deixar de dar importância.

3 – No dia a dia, quando acontece algum barulho, como o estouro de uma bomba, não agache perto do bicho. Tente mostrar que é uma coisa legal.

4 – Bichos que têm uma fobia muito grande podem tomar remédios ansiolíticos. Isso os ajuda a ficarem mais calmos. A medicação deve ser recomendada e acompanhada por veterinário. Experimente dar antes do dia dos fogos, pois é preciso ver o efeito que o remédio exerce no organismo. Em doses erradas, os ansiolíticos podem ter efeito contrário.

5 – Se o animal estiver meio “grogue” do remédio, é melhor prendê-lo, por que ele pode se machucar. Alguns até se jogam da janela ou varanda.

6- Prefira prendê-lo em locais que ele goste, onde ele se sinta mais seguro. Se ele entrou debaixo da cama, o ideal é prendê-lo no quarto.

7 – Feche o máximo de portas e janelas para abafar o som. Acostume-o ao som ambiente relativamente alto e brinque com ele.

Eu sou Gabriel, tenho 28 anos e sou veterinário. Eu adoro animais e vivo no interior de São Paulo. Meu objetivo é compartilhar conhecimentos sobre animais com as pessoas que se interessam por eles.

Escreva um comentário