Artigos

Alimentação Imprópria para cães provoca Danos a Saúde

Pinterest LinkedIn Tumblr

“Não se deve humanizar os cães, achando que eles podem ingerir as mesmas coisas que comemos”, diz o veterinário endoscopista Franz Yoshitoshi. Além da “humanização”, que agrava a condição gástrica dos animais domésticos, outros fatores podem causar problemas, como a ingestão de medicamentos antiinflamatórios e reações alérgicas.

As rações são mais indicadas aos cães, pois tem todos nutrientes adequadas; sem duvidas é melhor pois é produzida de acordo com as necessidades do organismo dos animais. Portanto ela é mais completa em relação a vitaminas e minerais que os cães precisam. Quanto a comida caseira não é indicada pois contém excesso de substâncias que não são digeríveis e danosas para o cão.

“A gastrite é um processo inflamatório que pode estar relacionado a uma série de causas e que, se não tratado adequadamente, pode desencadear algo pior.”

Fique de olho pois alguns sinais podem ajudar você a perceber se seu cachorro está com gastrite, ajudando você tomar atitude apropriada ao seu cão, à tempo de evitar uma situação mais grave como a úlcera.

Cães vegetarianos – Quando um cachorro investe sobre uma planta da casa, por exemplo, pode estar querendo mais do que fazer uma simples boquinha. “Esta é uma forma instintiva de comer algo para proteger a mucosa gástrica”. Mas nem todo cão que aprecia o verde tem problema no estômago. Ele pode mesmo ser fã do prato, já que cachorros não são estritamente carnívoros.

Comportamento do animal: Cachorros amuados, ou com distúrbio alimentar são suspeitos. “É muito frequente o animal com problema gástrico ter distúrbio alimentar. Ou ele não come ou come e depois vomita. Ou ainda passa a querer coisas que não costumava consumir, mesmo não sendo alimentos”. Problemas digestivos, como diarréia, fezes escuras e com sangue também podem indicar avaria no estômago.

Enfim, tratar seu cão como gente pode provocar gastrite nele. Portanto fique atento, até porque se não devemos “humanizar” o animal, não podemos repetir com ele os erros que cometemos.

Eu sou Gabriel, tenho 28 anos e sou veterinário. Eu adoro animais e vivo no interior de São Paulo. Meu objetivo é compartilhar conhecimentos sobre animais com as pessoas que se interessam por eles.

Escreva um comentário